o que eu ainda tenho

agora é o sopro do vento
a levantar-me os pêlos
nas madrugadas
nas insônias por desejar-te
nas luas para reconhecer-te sol
nua, toda luz.

Um comentário:

  1. Cara Ana Pérola:

    Como faço para entrar em conato e falar-lhe sobre um projeto que estou desenvolvendo, do qual gostaria que participasse?

    (me responda em meu blog, "Privacidades Públicas")

    Abraços.

    ResponderExcluir

Sua vez.