fragmento

Achava legal a superficialidade porque a comparava como as bordas das coisas, como as cascas das frutas, onde por exemplo, fica concentrada a essência do sabor. Depois, aprofundar qualquer coisa que fosse, era preciso coragem. Nem todo mundo está disposto a espinhar-se. Os dias soltam venenos. Os dias superam. Amanhã o céu será mais azul, e mataremos a sede no suor que escorre sal-ga-do!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua vez.