.

fechava os olhos e te via
nua, despida, carne crua
tua alma pela rua
indo atrás de minha criatura
pronta a me amar
pronta a me querer
eternamente.

Um comentário:

  1. Menina...instigante...simples e intenso, assim é o que senti ao ler teus breves sentidos e sentimentos. Posso linkar o blog? Vou seguir...tu me segues?
    volto mais, amei como há muito tempo não amava a poesia do outro.
    minha casa fica aqui:
    http://qualeadehoje.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sua vez.