.

te levar ao parque e, mesmo sabendo o seu pavor por alturas, de repente, te conduzir até uma roda-bem-gigante só para te mostar o céu mais de perto, só para te ver sorrir ao tocar nas nuvens. você continua com medo, mas o infinito é coragem, e você continua, e você fica. você se acalma e me pede mais.
 

.

papéis em branco
poesia é na ponta
dos dedos.

.

fechava os olhos e te via
nua, despida, carne crua
tua alma pela rua
indo atrás de minha criatura
pronta a me amar
pronta a me querer
eternamente.

.




I

tragava o cigarro
como se suavizasse o desejo
tempestade.

II

molhado o corpo
não sabia o que era mar
não sabia o que era céu.

III

teu ventre
meio às ruas de pernas
vagalume.